Dez programas imperdíveis no Rio de Janeiro

Dez programas imperdíveis no Rio de Janeiro

Inspirados com os 450 anos do Rio de Janeiro, recém-completados no último dia 1º de Março, vamos mostrar neste post os programas imperdíveis da Cidade Maravilhosa! Falar do Rio nos traz uma leveza e nos remete aos maravilhosos dias já vividos na cidade. Já perdi a conta de quantas vezes já estivemos por lá e a cada visita uma nova descoberta e a certeza de que nossa lista só aumenta. Sem dúvidas será um desafio listar apenas 10 programas imperdíveis na cidade, sei que ficará algum especial de fora, então vou tentar mostrar os programas no Rio que são a nossa cara.

1- Arpoador  

Nosso Top 10 não poderia começar melhor!! Conhecido por ser palco dos surfistas, do estilo lifestyle carioca de ser, mar claro em dias de sol e grandes ondas, o Arpoador  tem um “que” de queridinho carioca, sem falar no pôr do sol visto dali com o Morro dois Irmãos ao fundo, um dos mais espetaculares do mundo (quem já o viu ao vivo sabe do que to falando!). Já tivemos a sorte de presenciar lindos, lindos dias de sol no Arpoador onde o mar tinha um cor sem igual com 50 tons de azul, águas calmas, claras e geladas! Se bem que os nordestinos aqui, acostumados com o mar quentinho do Nordeste já se adaptaram ao banho de mar gelado, o segredo é dar aquela corridinha no calçadão do Leblon, Ipanema e terminar no Arpoador pedindo um bom banho de mar. Cenário perfeito para presenciar o estilo carioca, com surfistas diariamente atrás das famosas ondas, o Arpoador tem a cara de bairro de férias!

Pedra do Arpoador
Visual em cima das pedras do Arpoador
Arpoador ao fundo, em um lindo dia de sol, com mar azul

2- Jardins do Palácio do Catete 

Um dos lugares mais especiais para nós. Durante muitas viagens nos hospedamos no Catete próximo ao Palácio do Catete e todas as manhãs íamos aos seus Jardins tomar um chimarrão e ver a vida dos cariocas passar calmamente ali. Sede do poder executivo de 1987 a 1960, o Palácio presenciou muitas decisões presidenciais do Brasil, para citar algumas, a assinatura da declaração de guerra contra a Alemanha em 1917, durante a Primeira Guerra Mundial, a visita e hospedagem do cardeal Pacelli, futuro papa Pio XII, em 1934, até o suicídio do presidente Getúlio Vargas, em 1954, com um tiro no coração em seu aposento no terceiro andar do palácio (seus aposentos assim como ele o usava), entre outros acontecimentos históricos. Hoje o Palácio virou o Museu da República e abriga o acervo original da época em que era sede da Presidência, com entradas gratuitas aos domingos, que,  infelizmente eu não entrei ainda. Conta ainda com um cinema e uma cafeteria. Já os jardins estão abertos todos os dias e é um espaço para estar em contato com a natureza, que nos transmite uma paz e calmaria, além de ser um cenário bem fotogênico, com muitas flores, árvores e palmeiras.

 

Palácio do Catete
Natureza viva nos Jardins do Palácio do Catete
Mais natureza

3- Trilha do Morro da Urca – Pista Cláudio Coutinho 

Um programa bem legal para quem quer fazer algo diferente na cidade. A Pista fica do lado esquerdo da Praia Vermelha (de quem olha para o mar), e nos leva até o Morro da Urca e é uma maneira diferente de chegar até ao morro sem ser pelo bondinho do Pão de Açúcar. Sempre que estou com disposição faço esse passeio mas você também pode optar por fazer só a descida, comprando o bilhete do Pão de Açúcar, é só subir nele e na volta optar por descer pela trilha. É uma trilha curta, fácil, mas gosto de fazê-la por estar dentro de uma grande cidade grande e poder ter este contato com a natureza. Recomendo muito para quem quiser ver o Rio de cima e não pagar pelo acesso no bondinho.

No meio da trilha
Pausa no meio da trilha
Por dentro da trilha

4- Vista Chinesa 

Uma das vistas mais lindas do Rio, na minha sincera opinião só perde para a do Pão de Açúcar, chegar aqui não é tão simples, há quem venha de bike, mas eu não arriscaria, rsrs, é um longo caminho. Localizada no bairro Alto da Boa Vista, dentro da Floresta da Tijuca, o pavilhão em estilo oriental foi construído em homenagem aos chineses que trouxeram o cultivo do chá para o Brasil no início do século XIX. Chegando lá, mais história do Brasil, a mesa do Imperador, onde dizem que D. Pedro I, quando desejava uma refeição com uma bela vista, saía de sua residência na Quinta da Boa Vista
e com sua charrete, seguia em direção à Estrada da Vista Chinesa. Nada mal almoçar com essa vista incrível, onde é possível avistar o Cristo Redentor, a Baía de Guanabara, o Pão de Açúcar, a Lagoa Rodrigo de Freitas, as praias de Ipanema e Leblon, além do Morro Dois Irmãos.

Monimento Chinês
Vista do Rio
Belo visual do Rio
Mais Rio!!

5- Centro do Rio

Andar pelas ruas o Centro do Rio de Janeiro é ter uma aula de história ao ar livre e relembrar os tempos em que o Rio de Janeiro foi capital do Brasil. Um programa imperdível para admirar a bela arquitetura dos prédios do Centro. Um lugar que tive o privilégio de conhecer e me encantei foi o Mosteiro de São Bento, um dos principais monumentos de arte colonial da cidade e do país. Outra quadra que me encanta é a Cinelândia, onde ao redor da Praça estão a Biblioteca Nacional, onde fiemos uma visita guiada gratuita, a Assembléia Legislativa, o Museu de Belas Artes o lindo Teatro Municipal, onde tivemos a oportunidade de assistir à Orquestra Sinfônica da Petrobrás, e para terminar, um pouco mais adiante na Rua Gonçalves Dias, a  tentadora Confeitaria Colombo, onde ainda é possível ver os trilhos onde percorriam as carruagens, e claro, pra fechar esse passeio, um chá da tarde é imperdível, difícil decidir qual doce comer!!

Vista aérea da Cinelândia. Foto: cartografiasdaditadura.org.br
Teatro Municipal. Foto: revistamemo.com.br
Confeitaria Colombo

6- Teatros

A vida cultural do Rio é bem agitada, com grande concentração de artistas a agenda de peças teatrais em cartaz é sempre recheada. Basta dar uma olhadinha no jornal do dia e verificar a programação! É um programa imperdível porque aqui você tem a oportunidade de “escolher” qual assistir já que tem muitas opções de teatros e peças em cartaz! Sempre que estamos por lá conferimos alguma peça teatral, pela proximidade preferimos o Teatro do Shopping da Gávea ou o Teatro do Leblon.
Teatro do Shopping da Gávea. Foto riodejaneirohotel.com.br

 

Teatro do Leblon. Foto: scomx.com.br

7- Chopp com bolinho de bacalhau 

Esse é um programa imperdível porque é a cara do Rio!!! Boteco é o que não falta na cidade, e a combinação chopp gelado + bolinho de bacalhau cai super bem em qualquer happy hour. O chopp está para o Rio assim como o champagne está para Paris, tudo a ver! Parada obrigatória no final do dia do carioca, os botecos vão desde os mais pés de chinelo aos mais sofisticados com grande variedade de petiscos e bebidas, mas a minha pedida é sempre a mesma: Chopp gelado com bolinho de bacalhau, e acho que essa mistura combina muito com o Rio!! Temos apostado no Jobi, Bracarense, e no Chico e Alaíde, esse por sinal é bem pertinho do Teatro Leblon, dá pra fazer “as bases” antes de ir pro teatro ou depois que sair da praia!

Chopp no Chico e Alaíde
Chopp no Bracarense

8- Matte gelado com limão

Podem falar o que quiser (que a água do matte é pegue não sei onde…), mas tomar um matte com limão em plena praia com o solzão de 40º é um programão!! Sempre suuuuper gelado, o matte faz parte das praias cariocas e acompanhado do biscoito globo é a marca registrada das areias. Assim como aqui em Fortaleza não saio da praia sem tomar uma água de coco, no Rio não saio sem um matte gelado com limão, e vou te contar, é o melhor matte, não sei como consegue ser tão gelado!

Matte gelado. Foto: soulbrasileiro.com.br
Matte + Biscoito Globo = a cara do Rio!! Foto: anossabossa.com

9- Prainha 

Para fugir um pouco do burburinho e do agito das praias da Zona Sul nos finais de semana, a pedida é a Prainha, uma praia mais afastada (no final do Recreio, depois da raia da Macumba), sossegada e tranquila que chama atenção pelas boas ondas e pela beleza. Por fazer parte da APA (área de preservação ambiental) é um santuário preservado, protegida por morros e pedras que a cercam e coberta pela abundante vegetação de Mata Atlântica nativa. Vá com tempo, vá com calma, e aproveite para conhecer o Parque Natural Municipal da Prainha, o parque tem como símbolo a tartaruga verde e em seus 166 hectares tem como atrativos os mirantes, a praia, playgrounds e ainda um salão para exposições. O único modo de chegar aqui é de carro ou através do Surf Bus (serviço de ônibus que leva os surfistas e que precisa ser agendado por telefone). Uma praia imperdível se você tiver a oportunidade para conhecê-la, não deixe de ir.

Chegando na Prainha
Prainha
Visual do Parque da Prainha

10- Atividade física

Aqui não tem espaço para preguiça, basta ver os corpos esculturais nas areias das praias, que já bate a vontade de fazer algum programa “físico” e suar!!  E aqui o que não faltam são opções. Ahhh, como é bom ter uma bike no Rio! Faz parte do lifestyle carioca, cada vez mais adeptos desse modo de vida, cariocas e turistas se misturam à nação ciclista. Também não é pra menos, com uma ciclovia com mais de 300 km, e com dezenas de estações de bike espalhadas pela cidade, além de fugir dos engarrafamentos, pedalar com a vista da praia, ou da Lagoa cai super bem. Na orla, do Leme a Ipanema, na Lagoa,o calçadão é uma pedida para uma corrida e o mar nos convida a cair na água, seja no SUP em Copacabana ou no Surf no Arpoador e na Prainha, e olhando para um lindo céu azul, por que não, voar? Na Pedra Bonita, em São Conrado é possível fazer um voo de asa-delta (ainda não tive coragem) e ver o Rio de cima. E não são só os jovens que mantém essa cultura e praticar atividades física, acho muito bacana ver as
pessoas com mais idade na rua, caminhando, se
divertindo, no Rio você vê os idosos na rua, na praia, em todo canto!!!

Pedalar na cidade é um programa divertido e saudável
Yoga nas areias de Ipanema
Pausa após uma corridinha
Pista de Voo da Pedra Bonita
Voando no Rio
Academia ao ar livre

 

 

 

Veja também:

Conhecendo Búzios Nos final de semana que estivemos em Búzios, o sabadão começou agitado!! O Búzios Convention & Visitors Bureau preparou uma programação caprichada...
As melhores praias do Ceará Quando pensamos em Nordeste logo nos vem à mente as praias paradisíacas dessa região brasileira onde todos os estados são banhados pelo mar. Para quem...
Première Gramado agita o Festival de Cinema de Gra... O Festival de Cinema de Gramado, comemora este ano sua 46ª Edição. De 16 a 25 de Agosto, a cidade sediará um dos eventos mais badalados da Serra Gaúch...
Roteiro de 6 dias em Curitiba Em Agosto de 2014, estive em Curitiba com minha mãe, em uma viagem de 6 dias. Com muito frio e neblina, não foi possível realiza...

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *