Nova York em 4 atrações!

Quando falamos em Nova York o que te vem à mente? Bom, se for para resumir em quatro palavras, eu logo penso no Central Park, Times Square, Broadway e Estátua da Liberdade!! E entre tantas atrações que a cidade oferece, porque essas tem um gostinho de quero mais? Vem descobrir com a gente!!!

Chegar no Central Park dá a sensação de que é possível sim ter qualidade de vida numa metrópole. O parque público mais frequentado na cidade ocupa 3,4 km2 e foi totalmente projetado no meio da ilha de Manhattan para ser um refúgio para os nova-iorquinos. 
Mas, por onde começar? O parque começa ao norte na West 110th St. e vai até o sul pela West 59th St., e ao oeste pela 8th Av., deu pra imaginar o seu tamanho?? Como estávamos hospedados na altura da 96th St, resolvemos começar por ai, e que dia lindo para conhecê-lo, era outono, e as árvores já estavam típicas dessa estação, realmente, o Outono em Nova York é tão lindo ao vivo quanto retratado em vários filmes!

Bem na altura da 96th St, encontramos o grande lago Jacqueline Kennedy Onassis Reservoir, um pouco mais abaixo, na 81st St, o Museu de História Natural, e na 72nd St, o Dakota Building onde John Lennon morava e foi assassinado, e o monumento em sua homenagem, o Strawberry Fields, não deixe de tirar uma foto em frente ao mosaico Imagine, pode parecer clichê, mas, no dia que lá estivemos, um artista local estava com seu violão, tocando e cantando, adivinhem… Imagine!!!rsrs, bem, ele deve fazer isso seeeempre, mas, foi bem emocionante….Depois dessa pausa, seguimos até o The Lake, outro belo lago artificial, bem menor que o outro, e apesar de ainda ser outono, demos de cara com uma parte congelada!!! NY abaixo de zero!!! Outra atração daqui é o seu Zoológico e o maior museu de Manhattan, o Metropolitan Museum of Art. 
Entre tantas fontes, monumentos, esculturas e natureza, a melhor forma de conhecer o Central Park é calmamente, chegue sem pressa de ir embora e observe como os nova-iorquinos usufruem desse “pulmão” da cidade, é lá que as pessoas se reúnem para praticar esportes, fazer piquenique, brincar com as crianças…também é bem comum encontrar alguém alugando bicicletas, ou até mesmo te oferecendo um charmoso passeio de charrete, que se concentram mais ao sul, já próximo à 5th Avenue! A pé, de bicicleta ou de charrete, o Central Park é um programa imperdível, que pode ser feito repetidamente sem cair na mesmice, o que não falta aqui é atração.

Da calmaria do Central Park seguimos para a esquina mais famosa do mundo, a Times Square! O que a torna única, além dos teatros, são os telões luminosos de grandes marcas, que garante um ar moderno à esquina que não pára, 24 horas por dia. Acho que Sinatra quando compôs New York, New York (…the city that never sleeps), inspirou-se na Times Square!! A qualquer hora da noite é possível ver a movimentação de pessoas de todas as partes do mundo nas lojas, nos clássicos carrinhos de cachorro-quente, e ao redor da escadaria vermelha da TKTS. A cidade não pára, Times Square não dorme, é uma loucura, é bem turístico, mas tem toda uma magia e energia vibrante! Times Square é festa….
E entre as atrações da Times Square, estão o museu de cera Madame Tussauds, e os teatros históricos localizados na área denominada Theather District, onde acontecem os famosos musicais da Broadway que começaram a ganhar notoriedade no início do século XX.

Estar em NY significa respirar cultura, e assistir a pelo menos um espetáculo da Broadway é indispensável! Compramos nosso ticket no dia mesmo, poucas horas antes, embaixo da escadaria vermelha estão as bilheterias do TKTS, ao lado, letreiros informam as peças com desconto. Conseguimos comprar entradas pra The Phantom of The Opera (O Fantasma da Ópera ) por US$ 70, as filas são grandes mas a espera compensa! E o que falar dessa experiência? Realmente é um espetáculo! O teatro, o cenário, o figurino, os artistas, tudo de tirar o fôlego!!! Um cenário impressionante, onde várias cenas vão se interpondo umas às outras, com vários cenários, e uma orquestra regida  por um maestro no subsolo!!! Posso falar aqui, mas nada se compara à magia de  conferir ao vivo. Infelizmente não tenho fotos do espetáculo….

                                                             A iluminada Times Square

                                                         Artistas de rua na Times Square

Outro ícone de Nova York é a Estátua da Liberdade, um presente do governo francês à cidade. Se você quiser seguir até a Liberty Island, descendo e visitando-a, compre o ingresso no Castle Clinton, no Battery Park, ao sul de Manhattan. O passeio de balsa dura em média 3 horas, e as saídas são de 9hs às 15h30m, com último retorno às 17hs, no verão o horário muda, de 8h30m às 16h30m e o último retorno é às 18h15m. Devido a grande procura, você pode demorar um pouquinho pra conseguir embarcar, então, no dia desse passeio, chegue cedo, para evitar as longas filas e as balsas cheias.

Neste passeio ainda é possível uma parada na Ellis Island, onde fica o Museu da Imigração, aproveite para descer e conhecer o local. Para aproveitar bem, você deve embarcar na balsa em Manhattan o quanto antes, pois o Museu começa a fechar às 16h45 e a última balsa de retorno sai as 17h15, se você embarcar muito tarde, corre o risco de não conseguir visitar a Ellis Island!

Bom, mas caso queira economizar e passar bem pertinho da Estátua, mas não descendo na Liberty Island, pegue o ferry gratuito na Staten Island Ferry, que transporta passageiros diariamente entre os terminais Whitehall Street em Lower Manhattan e St. George em Staten Island, e então siga até Staten Island, uma ilha no sul de Manhattan, que te dá uma visão da Estátua e do Skyline de Manhattan. O trajeto dura cerca de 25 minutos, o ferry sai a cada meia hora, diariamente de 7h às 23h e passa mesmo raspando na Liberty Island, rs!! Dentro do barco há binóculos que custam US$ 0,25, e a viagem é totalmente gratuita. A melhor visão da Estátua nas duas opções (balsa ou ferry) é do lado direito na ida, e do lado esquerdo na volta, mas, se você ainda ficar na dúvida, é só seguir a multidão, lembrando que ao chegar em Staten Island, você terá que descer e embarcar novamente, no intervalo, pode aproveitar para dar uma volta na Ilha ou pegar o mesmo barco de volta para Manhattan. 

Ponto 1- St. George Terminal, em Staten Island; 2- Whitehall Terminal Street em Lower Manhattan; 3- Liberty Island. Fonte: Google maps

                Terminal de embarque em Lower Manhattan
      Skyline de Manhattan vista da Staten Island

                                                             Barzinho na Staten Island

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *