One World Observatory

O clima do 11 de Setembro ainda paira no ar de Lower Manhattan, principalmente nos arredores da Capela de St. Paul (St. Paul’s Chapel), que serviu de apoio para os bombeiros e médicos socorrerem as vítimas do ataque. Conhecemos esta Capela em uma outra viagem à Nova York e quando entramos sentimos um clima bem triste, com fotos e objetos das vitimas e muitas homenagens, que nem seguimos adiante na visita ao Memorial.

Mas em 2015 decidimos que iríamos lá mais uma vez e tentar chegar mais perto, dessa vez motivados pelo novo observatório do One World Trade Center ou WTC1, o One World Observatory, que foi inaugurado em 03.11.2014 e promete ser uma das grades atrações de Manhattan, ao lado dos outro prédios bem visitados: Top of The Rock e Empire State.

E os americanos surpreenderam mais uma vez, o WTC1 tem um estilo super moderno, um prédio azul espelhado imponente e a segurança é um dos itens que mais nos chamaram a atenção. Após comprar o ingresso e seguir para a fila de entrada, você deve passar por uma revista no Raio-x e detector de metais igual ao dos aeroportos. No caminho para os elevadores, passamos pelo Global Welcome Center onde um painel de vídeo nos saúda em vários idiomas a o mapa-múndi dinâmico destaca as cidades/países de origem dos visitantes, todos os ingressos são cronometrados! Em seguida, assistimos ao programa “Voices” que conta a história de homens e mulheres que construíram o WTC1, adiante, o “Fundations” mostra de perto o leito de rochas onde o prédio está assentado!

Global Welcome Center

Aberto todos os dias, com ingressos a $ 32 (preços de Nov’15), o One World Observatory está localizado no topo dos 540 metros do prédio mais alto do ocidente, nos 100º, 101º e 102º andares do One World Trade Center, e o elevador sobe num piscar de olhos. Os 60 segundos são o tempo suficiente para um breve vídeo que recria a evolução do skyline de Nova York desde o século XVI até os dias de hoje ser projetado no seu interior (seria legal se fosse panorâmico, mas mesmo assim é bem bacana!).

O imponente WTC1

WTC1 visto do Brooklyn

Chegando lá em cima mais uma surpresa, o See Forever Theatre, um cinema com um vídeo de alguns minutos com imagens aéreas e fotos que representam o ritmo e vibração da cidade de NY, encantador!!! Quando de repente, ao final do vídeo somos surpreendidos por…… Não vou contar, né? Esse é um dos momentos mais legais da visita, então, não vou estragar a surpresa, fiquem na curiosidade!!! Ai, gente, só sei que é muita emoção nessa hora, indescritível a sensação, acho que só ai já valeria o ingresso!!! Mas tinha muito mais…

See Forever. Foto: WTC site

A vista do 100º andar onde fica o piso principal é impressionante e mais um vez, a presena d segurança: podemos subir e ficar coladinho nas paredes de vidro na total segurança contemplando as vistas da cidade! Cercado por vidros, temos uma visão em 360º de Nova York, onde é possível ver o Rio Hudson, o Brooklyn, o Empire State, a Estátua da Liberdade e até New Jersey, e muito mais, pena que o Central Park não pode ser visto de lá, senão seria perfeito!!

Financial District
Manhattan Bridge à esquerda e Brooklyn Bridge à direita
Brooklyn
Manhattan!
Para quem quiser saber mais detalhes de cada prédio, ou qual é qual, é possível alugar um Ipad, o One World Explorer,  onde você vê cada um deles. Não alugamos pois queríamos admirar as vistas, mas o aluguel custa $15 ,00 para quem tiver interesse (não tem em português, mas tem em espanhol).

One World Explorer. Foto: Site WTC
Empire State

Outra Experiência é o City Pulse, um anel com monitores interativos que aproxima os visitantes dos pontos mais conhecidos observados do alto do WTC1, embaixadores mundiais interagem com o público mostrando de perto cada local.

City Pulse. Foto: Site WTC

E como se não bastassem as vistas, o WTC1 ainda tem o Sky  Portal, onde você fica em cima de um vidro com Mahattan aos seus pés, usando imagens de alta definição das ruas embaixo em tempo real, pena que no dia que fomos a visibilidade não estava muito boa… assim, ficam algumas fotos lá de baixo!

Sol quase se pondo
Lady Liberty

No 101º andar do Observatório encontramos três opções gastronômicas:  o Restaurante One Dine, o Bar One Mix o Café One Café, achei bem legal, mas acabamos não comendo nada por lá. 

Restaurantes no 101º andar. Foto: Site WTC

E pra fechar com chave de ouro, não podíamos ter escolhido hora melhor para nossa visita, fomos antes do anoitecer e podemos presenciar lá do alto um belíssimo pôr do sol, com a Estátua da Liberdade ao fundo! Como os ingressos são com hora marcada, achamos que vale bem a pena você chegar em um horário antes do pôr do sol, que é simplesmente lindo e de quebra você ainda verá as luzes da cidade acendendo!!!

Lindo,lindo, lindo!!
Pôr do sol indescritível
As luzes da cidade acendendo…e o Empire ao fundo

Quando fomos embora, nos deparamos com o belíssimo caminho que nos leva em direção à estação PATH, interligada ao WTC1, toda branca e super futurista, obra do arquiteto espanhol Santiago Calatrava. Demais!! 

Caminho futurista para o PATH
A obra vista de fora

Confesso que fiquei um pouco com medo de subir no WTC1 principalmente porque nossa visita aconteceu após o atentado de Paris de 13.11.15,  e estávamos meio receosos do que poderia vir em em seguida, mas esse medo logo passou com o deslumbre da cidade vista do alto dos 540 metros do prédio mais alto do Ocidente!

Mais uma bela vista de Manhattan

E se você está em dúvida se inclui ou não a visita no seu roteiro, nem pense duas vezes, INCLUA!! Vale muuuito a pena!  

Encantada com o WTC1!
Você pode combinar sua visita ao One World Observatory com o Financial District, Staten Island e até com o Brooklyn que foi o que fizemos, após uma manhã passeando pelo Brooklyn, seguimos de metro até o WTC! 

Pose para o pôr do sol!!

Nossa experiência foi fantástica e ficamos impressionados com a beleza de Manhattan, das pontes do Brooklyn e Manhattan, do Brooklyn, o Empire à nossa frente, a Estátua da Liberdade, enfim, muito bacana! Os vidros permitem uma ótima visibilidade, algumas fotos nem percebemos a presença deles, a estrutura é surreal, realmente é de tirar o chapéu para essa obra dos americanos!!! É daqueles passeios que queremos repetir a cada visita à Big Apple!! Enjoy!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *