Dicas de Nova York

Dicas de Nova York
Nova York é para mim uma das poucas cidades que eu não canso de repetir, e sei que posso voltar dezenas de vezes que sempre terei programas diferentes a fazer. Em Novembro’15 repetimos o período da primeira viagem, mas descobrimos outros lugares e voltamos com essa sensação de que esta cidade sempre nos surpreenderá.
Como nosso roteiro de 2013 já está no Blog, dessa vez não vou postar roteiro e sim algumas dicas gerais, dicas para economizar e relatos (quando couber), tanto para quem já foi e pretende voltar como para quem vai pela primeira vez.

QUANDO IR

NY é uma delícia em qualquer estação, cada uma com sua particularidade. Os meses de verão, julho e agosto coincidem com as férias escolares então os preços disparam por ser alta estação! Sem falar na lotação e filas nos pontos turísticos, restaurantes e atrações que nessa época aumentam consideravelmente. Julho também é o mês mais chuvoso do ano, e férias com chuva ninguém merece!!
Central Park congelando!!
As duas vezes que fomos no Outono pegamos temperaturas parecidas, mas em 2015 sentimos que demorou mais a esfriar em relação aos anos anteriores. De dezembro a fevereiro, no inverno, é quando o clima está mais frio, com neve e temperaturas bem baixas, e mais, a sensação térmica é sempre de uns graus a menos pois em NY tem o agravante de ser uma cidade que venta muito e o vento é daqueles bem gelados que dão a sensação de estar mais frio do que os termômetros indicam.
Central Park no Outono!
Se você não suporta frio evite essa época, prefira a primavera quando o clima é mais agradável. Conversando com um brasileiro que há anos mora em NY, soube que essa é uma das melhores épocas na cidade, quando as pessoas saem nas ruas mais felizes, se divertem depois de dias de neve e frio, parece que ganham vida nova, ao contrário do inverno onde as pessoas ficam depressivas e parecem tristes. Na Primavera o Central Park fica todo florido e muito bonito, deu vontade de retornar um dia nessa estação!
Mas para quem vai no inverno uma dica é ir no carnaval que é baixa estação, ou seja, você conseguirá preços melhores!!
E como em muitos casos o mais importante pare decidir uma viagem é o valor da passagem, comece a procurar com uma antecedência de 3 a 4 meses em sites como Submarino e Skyscanner (onde você cadastra seu email para receber uma notificação a cada alteração de valor). Já fomos para NY de TAM e Delta Airlines. Com o programa TAM FIDELIDADE, você pode trocar seus pontos pela American Airlines e própria TAM e com o Smiles, pela Delta.
ONDE FICAR
Uma das principais dúvidas e que encarece muito o orçamento em uma viagem internacional é a hospedagem, e em Nova York mais ainda. As duas vezes ficamos em Manhattan, e considero esta uma das melhores opções pois você estará perto da maioria das atrações turísticas, porém, se não reservar com uma certa antecedência você não garante bons preços. Portanto, logo que decidir sua viagem corra pra fechar a hospedagem.
Listamos três lugares com diferentes estilos:
Royal Park Hotel & Hostel : Hostel com quartos privativos grandes, alguns com banheiros compartilhados e outros privativos, boa localização a poucas quadras do Central Park;
Room Mate Gracie : Hotel com suítes super confortáveis, no coração da Times Square, tem piscina, sauna, bar e academia, ideal para casais em Lua de Mel;
West Side YMCA : Albergue com quartos coletivos e privativos, preço mais em conta, mas a procura é muito grande, então, reserve o quanto antes, localização boa, próximo ao Central Park e Columbus Circle. Área comum com piscina e academia.
Uma outra opção que acho válido mencionar aqui é no Queens, nossos amigos do Blog Rock and Road que estiveram conosco nesta segunda vez se hospedaram no Best Western Queens e acharam o bairro bem seguro apesar de deserto à noite e super rápido de se locomover de metrô até Manhattan (cerca de 15 minutos).
ATRAÇÕES
Nova York definitivamente foi feita para os turistas! Atrações não faltam, todos os dias tem o que visitar, mas quer saber ? não curto muito a obrigação de tem que ir naquele lugar, e no outro e no outro, acho que por isso nunca me interessei no City Pass NY, mas, já li muito a respeito e dependendo do seu estilo de viagem ele é uma boa opção para economizar.
Museus: Uma dica para economizar nos Museus é verificar os dias gratuitos e os que oferecem a opção de não pagar a “Suggested Admission” (preço sugerido) ficando a seu critério o valor a pagar (e os americanos também fazem isso!), como é o caso do Metropolitan Museum of Art e o American Museum of Natural History todos os dias e o Guggenheim aos sábados de 17h45 as 19h45. Já o MOMA é free nas sextas-feiras das 16hs às 20hs.
Prédios: Nova York é ainda mais linda quando vista do alto! No verão aproveite para contemplar a cidade nos rooftop bar espalhados pela Big Apple. Se o seu negócio não for bar, no problem, nossa dica é escolher entre o Top of the Rock e Empire State (não consideraria os dois na mesma viagem) e o One World Observatory é sim uma daquelas atrações no estilo “não pode faltar” que você tem que levar em conta! Outro prédio que vale a visita é o curioso Flatiron Building com seu formato de ferro de passar, que fica em frente ao Eataly e a Madison Square Park. Caso queira uma maior comodidade, compre seus ingressos antecipados para a subida aos prédios e evite filas.
No alto do Top of the Rock
Empire State
Parques: Passear entre os parques de NY é um dos programas mais agradáveis tanto para os turistas quanto para os locais, assim, tente reservar um tempo para curtir cada um calmamente. Entre os nossos preferidos estão: Central Park, Bryant Park, High Line, Washington Square Park, Battery Park e Brooklyn Bridge Park.
High Line
Estátua da Liberdade: Fizemos este passeio em 2013, mas optamos por seguir no ferry gratuito, o Staten Island Ferry que sai do Whitehall Terminal e segue até Staten Island. É um passeio bem bacana, passa ao lado da estátua e dá pra ter uma boa visão, mas se quiser descer na Estátua, tem inúmeras agências e você pode comprar seu ingresso aqui.
Passeio de balsa passando pertinho da Estátua!
Brooklyn: O Brooklyn é daqueles lugares que você vai e dá vontade de ficar e ficar… Num dia de sol cruze a ponte e desbrave o bairro a pé contemplando Manhattan no Brooklyn Bridge Park. Entre as atrações estão uma caminhada na Brooklyn Heights Promenade, Jane’s Carousel, Smorgasbourg em Williamsburg (verifique os dias e horários de funcionamento) e pra fechar, uma visita à Fábrica de cervejas Brooklyn Brewary. Em Dezembro, fique até mais tarde e veja as famosas decorações natalinas nas casas iluminadas no Dyker Heights. Diferente de Manhattan, o Brooklyn é mais tranquilo, não tem toda aquela agitação e o melhor, você tem belas vistas de Manhattan! Esse é um passeio bem gostoso para ser feito sem pressa, descobrindo as lojas, restaurantes e ruas residenciais.
Manhattan vista do Brooklyn
Broadway: Não dá pra ir em NY e não ir em algum espetáculo da Broadway que são simplesmente emocionantes! Assistimos ao Fantasma da Ópera e foi uma experiência fantástica!!! O mais concorrido é o The Lion King, se quiser ir neste, garanta seu ingresso antecipado!
Mercados Gastronômicos: O Chelsea Market é um desses mercados cheios de opções gastronômicas, e uma das grandes descobertas da nossa segunda vez em NY! Funciona no local que era a antiga fábrica dos biscoitos Nabisco, do famoso Oreo, próximo ao High Line. Além de restaurantes, padarias, docerias, o Chelsea Market tem um espaço com lojas de roupas, bijouterias e decoração.
Chelsea Market
O Eataly já é bem conhecido dos brasileiros devido a sua filial em SP. O mercado italiano já estava na nossa lista e dessa vez conseguimos encaixá-lo no nosso roteiro. A especialidade por lá é comida italiana, além dos restaurantes tem também o próprio mercado com produtos italianos como massas frescas, molhos, vinhos, queijos e presuntos. Outra novidade que nós adoramos foi o Bar Nutella, com delícias a base de nutella! Aproveite e combine sua visita ao Eataly com o Flatiron e a Madison Square Park.
ONDE COMER
Essa lista é mais um apanhado de preferências, pois a oferta de restaurantes e bares em NY é imensa e a cada esquina você conhece um cantinho gostoso e especial. Dos nossos sabores preferidos podemos citar:
– Qualquer prato com camarão do Bubba Gump
– Polvo grelhado do Cibo e Vino
– Salmão e costelinhas do Carroll Place (procure o barman Diego!)
– Waffle do Waffle and Dinges
– Cookies da Levain Bakery
– Cupcake da Magnolia Bakery
– Hamburger do Shake Shack
– Sanduiche de Lagosta no The Lobster Place (no Chelsea Market)
– Hot dog nos food trucks da 6th Avenue ou qualquer outra
– Café da manhã originalmente Americano no Metro Diner 
– Qualquer massa no Caffe Napoli em Little Italy
The Lobster Place
 Waffle and Dinges
Cibo e Vino
Magnolia Bakery
Caffe Napoli
Shake Shack
DICAS GERAIS
– Compre um METROCARD logo no primeiro dia e ande de metrô à vontade, aliás, andar de metrô é mais simples e fácil do que você imagina (vou fazer em breve um posto ensinando como andar de metrô em NY!!);
– Gorjetas: em restaurantes, bares e táxis, o valor da gorjeta não vem acrescida no valor total da conta, mas é de praxe que se deixe entre 15% a 20% dependendo do atendimento. Caso tenha um atendimento bom, sugerimos deixar uma boa gorjeta pois muitos garçons recebem como salário apenas o valor dela. Não deixar nada pode significar que o atendimento for péssimo ou que você é um tremendo de um pão duro! Mas caso não seja lá essas coisa, deixe um percentual a menos;
– Compre seu ingresso da Broadway nos guichês da TKTS na Times Square, geralmente é possível encontrar ingressos com descontos horas antes do espetáculo;
– Não esqueça de fazer seu seguro de viagem quando for aos Estados Unidos, pois uma simples internação pode custar muitos dólares, e ninguém está disposto a contar com mais esse custo, então, não esqueça o seguro que você pode fazer com desconto do Vamos Viajar (código VAMOSVIAJARBR);
– Ter um chip internacional facilita muito a sua vida em uma viagem ao exterior, além de pagar um preço fixo pelo pacote, você tem a vantagem de estar conectado 24hs e pode pesquisar opções de restaurantes, atrações, ou seja, é muito prático. Recomendamos o chip da America Net Mobile que nos deixou conectados na última viagem!;
– Sente no Central Park e veja os nova-iorquinos no seu dia a dia, praticando atividade física, ou vá a algum bairro residencial e observe sua rotina diária, como o West Village;
– Não queira fazer tudo de uma só vez, escolha as atrações e curta com calma, sem passar correndo ou apenas para tirar uma foto rapidamente e dizer que foi! Depois que você for a primeira vez, vai querer voltar em NY logo que puder, vai por mim!

Veja também:

Island Tour em Oahu Oahu é a terceira Ilha do arquipélago havaiano em extensão, com 1.545,3 km², cercada de cenários e praias paradisíacas que nos convidam a nos jo...
Dicas gerais do Hawaii   Estivemos no Hawaii ou Havaí, duas vezes. A primeira em Abril/14 foi uma viagem exclusivamente para velejar de Windsurf em Maui onde apena...
VISIT USA 2015 A edição 2015 do VISIT USA Show, evento oficial do turismo americano no Brasil, organizado pelo Departamento de Comércio dos Estados Unidos e Embaixad...
2 anos depois…. NY, here we go!!! Falar de Nova York é emocionante, empolgante e acima de tudo inspirador!!!! Sem falar que nosso roteiro de NY é o "xodó" do Blog, sendo o post m...

4 Comentários



  1. Muito boas as dicas, Lari!
    Post mastigadinho para quem quer conhecer esta cidade maravilhosa!
    Beijo,
    Fabi (VV)

    Responder

    1. Fabi!!! Muito obrigada!!! NY é encantadora, e acho que vc concorda comigo que é um lugar para voltar sempre!!! Beijos

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *