Holanda, Malta e Itália: Dicas e resumo do nosso Roteiro

Em Junho de 2018, fizemos mais uma Eurotrip. Este post inicial traz dicas e resumo do nosso roteiro dia a dia na Holanda, Malta e Itália. Foram 17 dias e 16 noites de viagem pela Europa onde percorremos 3 países. Confira abaixo nosso roteiro dia a dia e dicas para a sua Eurotrip.

07/06- 20hs: Voo Fortaleza-Amsterdam: Pela primeira vez fizemos o trajeto de Fortaleza a Amsterdam pela KLM;

Dia 1- 08/06: Amsterdam: Hospedagem no Stayok Vondelpark;

Dia 2- 09/06: Amsterdam;

Dia 3- 10/06: Voo Amsterdam- Malta via Air Malta- hospedagem no Hotel Sliema, à noite, Café Del Mar;

Dia 4- 11/06: Malta- Valletta, jantar no Girasole;

Dia 5- 12/06: Malta- Blue Lagoon, Popeye’s Village,  jantar no InFame;

Dia 6-13/06: Malta- St Peters Pool;

Dia 7- 14/06: Voo Malta- Roma de Ryanair- Hospedagem no A Roma San Pietro Best Bed ;

Dia 8- 15/06: Roma;

Dia 9- 16/06: Roma;

Roma

Dia 10- 17/06: Roma- Coliseu;

Dia 11- 18/06: Roma- La Spezia de trem – Hospedagem no Hotel MaMa;

Dia 12- 19/06: La Spezia;

Dia 13-20/06:  La Spezia- Firenza de trem- Hospedagem no Hotel Margaret ;

Dia 14- 21/06: Siena- hospedagem no Affittacamare Aura;

Dia 15- 22/06: Siena – San Giminiano;

Dia 16- 23/06: Firenze- hospedagem no Guest House Zefiro;

Dia 17- 24/06: Voo Firenze-Paris-Fortaleza de Air France.

CLIMA

Café del Mar, em Malta: boa pedida pro verão!

Junho é verão na Europa. Pegamos muitos dias de sol, especialmente em Malta e Itália. Os destinos escolhidos nesses dois países  incluíam praias, por isso consideramos que apesar de Cinqueterre por exemplo, não ser um destino de praia, é uma delícia ir nesta época e poder aproveitar o Mediterrâneo. Malta definitivamente é um destino muito atrativo no Verão! Super indicamos ir nesta época, onde as temperaturas estão agradáveis e com dias bonitos.

HOTÉIS

Todos os Hotéis foram reservados no Booking.com. Uma dica, sempre procuro reservar com a opção de Cancelamento grátis, pois nunca sabemos se um imprevisto pode ou não acontecer, então prefiro ter essa liberdade de alterar minha reserva futuramente.

Roma

DESLOCAMENTOS

Nosso voo principal partindo do Brasil incluía os trechos FORTALEZA-AMSTERDAM, AMSTERDAM-MALTA e FLORENÇA-FORTALEZA, operados pela KLM, Air Malta e Air France respectivamente. KLM e Air France são companhias parceiras, que te permitem fazer stopover em Amsterdam ou Paris, conhecendo três destinos na mesma viagem!! Optamos dessa vez pelo stopover em Amsterdam.

Além disso, compramos um voo interno entre MALTA-ROMA, pela Ryanair. Primeira vez que reservei por esta companhia low cost e gostei bastante do custo x benefício, pagamos cerca de EUR 20 por pessoa. Um detalhe, desde NOV/18, a Ryanair não te dá a opção de uma bagagem de mão gratuita (até 10kg), assim, muito cuidado ao fazer suas reservas no site para não esquecer de incluir suas bagagens!! A opção agora oferecida é a tarifa prioritária, onde você compra uma bagagem de mão de até 10kg + um item pessoal. Caso queira despachar malas, você também pode comprar esta opção. Muita gente reclama do atendimento da Ryanair, mas continuo achando o custo x benefício válido, já que realmente encontramos valores de low cost.      

Entre as cidades da Itália, fizemos os deslocamentos de trem. Reservei tudo pelo site Trainline. Foi a primeira vez também que reservei nele, e super indico. O único detalhe é que a maioria dos trechos não são reembolsáveis, mas não é cobrado taxa para reserva no site.

Como vocês podem ver no Roteiro, fizemos algumas cidades da Toscana. Até dois dias antes de chegarmos lá iríamos alugar um carro e visitar mais cidades. Mas como já estávamos no final da viagem e a a Itália é o país do vinho,  que significa vinho toda hora, rs, então preferimos reduzir as cidades e não alugar carro. Na Toscana a opção seria de ônibus. E entre as principais e maiores cidades, tem a opção de trem.

Para chegar em Siena, tinha lido que não era uma boa ir de trem, que o ônibus te deixa mais perto das muralhas da cidade, mas preferimos arriscar e verifiquei que ao desembarcar na Estação de Trem, tem uma escada rolante que te leva até uma das portas da entrada da cidade, então ir de trem para Siena é válido sim.

DICAS

Faça suas reservas de hotéis com um mínimo de 3 meses de antecedência para conseguir melhores valores. Dos três países, a Holanda definitivamente é  o mais caro. Hospedagem em Amsterdam é uma das mais caras da Europa, para ter uma ideia, duas diárias em Amsterdam foi quase o mesmo valor de 4 diárias em Malta;

Quanto à gastronomia, a Itália é campeã! Não teve um Restaurante que não ficamos satisfeitos com a comida, sério gente, lá se come muito bem!!!;

Em Amsterdam não deixe de alugar uma bike e pedalar entre os canais da cidade e no Vondelpark;

Do aeroporto de Amsterdam para o Centro tem um ônibus executivo no valor de EUR 8. Verifique aqui o trajeto. Outra opção é pegar um trem até a Estação Central de Amsterdam;

Malta é mão inglesa, se pensar em alugar carro lembre disso, rs!!;

Verifique sempre as franquias de bagagem das suas passagens, com as novas regras tarifárias cada companhia aérea tem a sua própria franquia;

Firenze

E para finalizar, super indicamos esse roteiro, foi uma das melhores viagens que fizemos na Europa, e por ser início do verão, conseguimos curtir sem muita lotação e ainda aproveitar um pouquinho de frio na Holanda!!!

One thought on “Holanda, Malta e Itália: Dicas e resumo do nosso Roteiro”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *